SAP Concur nas Nuvens: principais insights do evento sobre os fatores ambientais, sociais e governança

16/08/2021, por: Rodrigo Murad, Diretor de Marketing SAP Concur Brasil

Cada vez mais, se fala sobre ESG nas empresas. Inclusive, aqui mesmo no blog da SAP Concur, já abordamos bastante o assunto, explicando o que é ESG e as boas práticas ambientais, sociais e de governança. Mas, para aprofundar o assunto, o nosso 3º grande evento do ano, o SAP Concur nas Nuvens, trouxe uma série de convidados especiais para falar sobre o tripé dessa sigla.
 
O assunto está realmente em alta, já que o chamado ‘pensar sustentável’ agora é o foco número 1 das empresas em busca de resiliência, sustentabilidade empresarial e desenvolvimento sustentável e maior crescimento no futuro.
Por isso, o SAP Concur nas Nuvens foi pensando exatamente para tratar desses temas. O evento foi realizado no último dia 11 de agosto, contando com mais de 10 convidados e diversos painéis, para conversar sobre os principais desafios enfrentados para implementar as ações de ESG, os benefícios e as oportunidades criadas com o ESG.
 
Vale destacar que, segundo artigo publicado pela S&P Global, cerca de 90% das empresas já publicam relatórios de sustentabilidade. Porém, nem todas estão engajadas com essas políticas e ações de ESG. Vem comigo ver o que rolou de melhor no SAP Concur nas Nuvens sobre as práticas de ESG! Para isso, separamos os principais insights do evento: 

Questões sustentáveis e adoção de tecnologia

Com Lívia Humaire, especialista em negócios ecológicos, e Simão Filippe, da Route Brasil, no SAP Concur nas Nuvens os fatores ambientais foram tratados como de fundamental importância para que as pessoas, as empresas, a sociedade e o mundo coexistam de maneira adequada.
 
Por isso, é indispensável adotar novas práticas, indo além da preservação ambiental, reciclagem, melhor gestão de resíduos e adoção de tecnologias sustentáveis. Os dois convidados ressaltaram a relevância de uma atuação efetiva das empresas para mudar os processos de como os produtos e serviços são fabricados e realizados. Assim, é preciso não só reduzir a emissão de carbono, mas investir em transformações profundas nas organizações e na sociedade.
 

Questões sociais e iniciativas corporativas

Sobre as questões sociais, participaram a presidente da SAP Brasil, Adriana Aroulho, e o apresentador Marcos Mion.
Mion contou sobre o seu propósito de espalhar a mensagem da luta do autismo para trazer mais direitos para as pessoas dentro do TEA, como seu filho Romeo.
 
Neste sentido, Adriana explicou o programa Autism At Work, da SAP, para estimular a neurodiversidade no local de trabalho, lembrando que contratar um funcionário com espectro autista é apenas o primeiro passo para criar um ambiente acolhedor para profissionais neurodiversos.
 
Inclusive, vale destacar que cerca de 80% das pessoas com Transtorno do Espectro Autista adultas estão desempregadas, segundo a estimativa da ONU. A presidente da SAP Brasil valorizou também as outras iniciativas adotadas em prol da diversidade e inclusão.
 

Questões de governança e visão estratégica

Em relação à governança corporativa, Eduardo Mufarej, da Good Karma Ventures, Diego Barreto, do iFood, e Denis Tassitano, da SAP Concur, abordaram este fator dentro da realidade dos governos, empresas e até funcionários.
 
Segundo Mufarej, as empresas de sucesso têm uma governança que funciona bem, com liderança, transparência, clareza de processo decisório, inclusão das pessoas no processo decisório e uma visão estratégica muito clara. Para ele, a governança é o primeiro pilar.
 
“A governança é por onde tudo deveria começar. Você pode ter processo ambientais muito bons e visão social muito inclusiva, mas, se a governança não funcionar, os outros aspectos não acontecem”, comentou.
 
Afinal, quando a governança se vai, é possível ter problemas de performance e sustentabilidade do próprio negócio. Diego também ressaltou a importância de identificar os problemas de governança na empresa. “Primeiramente, eu digo no que não sou bom. Depois de assumir a limitação, você traz o número interno do seu problema de forma transparente. E, por fim, você traz a meta para resolver o problema”, destacou.
 
Por fim, Denis lembrou que não se deve apenas olhar para os líderes e gestores, mas também para os funcionários, que exigem ética da direção, porém cometem pequenos delitos, como as fraudes em notas de reembolso.
 

Como a SAP Concur pode contribuir para o ESG nas empresas

Falamos bastante até aqui sobre as ações que as empresas devem adotar para cumprir com os fatores sociais, ambientais e de governança. Então, com uma tecnologia inovadora de gestão de despesas e viagens corporativas, como o SAP Concur Travel & Expense, é possível mensurar o impacto dos seus programas de ESG dentro das viagens e despesas e fazer melhorias rapidamente.
 
A solução da SAP Concur, além de digitalizar processos, recibos e relatórios e armazenar na nuvem, atua desde o planejamento de viagem até a verificação de parceiros eco-friendly e a análise de dados relacionados à sustentabilidade e ao compliance em relação aos custos. Veja aqui algumas aplicações da plataforma dentro dos processos corporativos:
 
Planejar
  • Regras de pré-reserva
  • Controle de pré-viagem
Comprar
  • Parceiros de plataforma
  • Hotéis com recibo eletrônico
  • Pesquisa de vôo com menor pegada de carbono
Booking
  • Regulamentações de acordo com as políticas
  • Alertas de compliance
Despesa
  • Recibo eletrônico
  • Compensação de carbono
  • Cálculos das emissões por km rodado
Analisar
  • Relatórios gerenciais com dados sobre as viagens e despesas para melhores tomadas de decisão
Você não viu o evento ou quer assistir novamente? Acesse aqui e se inscreva para acompanhar tudo o que rolou!