Como calcular reembolso de combustível: veja alguns erros

18/04/2022

Entender como calcular reembolso de combustível de maneira efetiva é crucial para empresas que desejam alcançar uma gestão financeira mais eficiente, assim como minimizar os riscos de fraudes ou erros que gerem gargalos nas operações.
Por ser um gasto variável e que não estar presente na folha do funcionário, o reembolso de combustível é uma das despesas mais passíveis de falhas, por isso, exige uma atenção especial dos gestores.
Para te ajudar a compreender como calcular reembolso de combustível de modo eficiente e alcançar um controle financeiro mais transparente do seu negócio, elaboramos este texto completo citando alguns erros comuns que você deve evitar. Continue com a sua leitura e confira.
 

4 erros comuns ao calcular reembolso de combustível

Dentre os principais erros que os gestores cometem no momento de como calcular reembolso de combustível, estão:
 

Valor de reembolso não é realístico

Sabemos que, durante a pandemia, diversos produtos e serviços sofreram aumento significativo dos preços, inclusive a gasolina. Por essa razão, muitas empresas ainda não se atualizaram e estão oferecendo valores de reembolsos muito longe da realidade.
Esse tipo de situação gera estafa nos profissionais, que não conseguem arcar com as despesas como deveriam.
Por outro lado, há ainda cenários em que, mesmo pagando um valor justo, as empresas recebem solicitações de reembolsos completamente fora da realidade, como milhares de km rodados em uma rota interestadual, por exemplo.
 

Não acompanhar as rotas dos colaboradores

Elencando o tópico anterior, as empresas apenas conseguirão compreender a realidade dos quilômetros rodados quando acompanhar devidamente as rotas dos colaboradores.
Dessa forma, é possível também minimizar riscos de que os funcionários utilizem o reembolso como maneira de “pagar” deslocamentos pessoais, como passeios e desvios das rotas principais.
 

Usar o reembolso como “benefício” para motivar o time

Lembra-se que falamos sobre a estafa do profissional? Pois bem. Há determinadas coisas na nossa sociedade que são de necessidade básica. A presença dessas iniciativas não motiva os colaboradores (até porque são tidas como obrigação da empresa), porém, a sua falta desmotiva.
Isso significa que as organizações não podem usar o reembolso de km como uma forma de manter o time engajado, pois isso não vai funcionar. Existem outros meios muito mais efetivos, como mudanças na cultura organizacional, treinamentos e acirramento da comunicação interna.
 

Não possuir ferramentas de gestão para controlar os reembolsos

Por fim, quando falamos em como calcular reembolso de combustível, controlar esses valores manualmente é um dos erros mais comuns (e graves) que a sua empresa pode cometer.
Esse tipo de administração abre espaço para erros e dificulta a identificação de fraudes, o que pode gerar novos gargalos no seu negócio e ainda impedir a maturidade digital.
 

Como calcular reembolso de combustível com o SAP Concur Expense!

O SAP Concur Expense pode ajudar a sua empresa a calcular o reembolso de combustível de maneira efetiva.
Consistindo em um sistema de gestão robusto, efetivo e inovador, o SAP Concur Expense possui um layout intuitivo e responsivo, valorizando a experiência do usuário e se adaptando a qualquer dispositivo.
Além disso, o SAP Concur Expense conta com ferramentas inovadoras, como o Drive, que permite o acompanhamento das rotas e quilômetros percorridos pelos colaboradores.