5 estratégias para lidar com a diversidade de gerações nas organizações

Atualmente, no mínimo três gerações convivem no ambiente de trabalho, transformando os relacionamentos entre colegas, os métodos de operação e exigindo uma mudança na cultura organizacional das empresas. A diversidade de gerações nas organizações é a mais plural de toda a história, por esse motivo, não é fácil liderar equipes multigeracionais.
 
Em geral, convivem juntos os baby boomers que ainda estão ativos, a geração X, a geração Y e, recentemente, a geração Z, visto que muitos jovens já estão ingressando no mercado de trabalho. As diferenças envolvem novos valores, maneiras de ver a vida e vivenciar as experiências.
 
Para termos uma ideia, a pesquisa da Amcham Brasil revelou que 75% das empresas do país enfrentam problemas relacionados aos conflitos de gerações no ambiente de trabalho. Além disso, 52% dos profissionais afirmam que estão menos propensos a se relacionar bem com pessoas de outras gerações.
 
Por outro lado, 85% das empresas acreditam que a diversidade de gerações nas organizações resulta em maior inovação de ideias. Porém, permanece o desafio: como liderar equipes multigeracionais? O artigo de hoje pretende responder esta pergunta, elencando 5 estratégias para lidar com a diversidade de gerações nas organizações. 
 

1 - Supere os estereótipos

É comum que os profissionais de diferentes gerações tenham dificuldades em trabalhar juntos. Muito disso, deve-se às noções preconcebidas sobre como os outros se comportam, ou seja, a formação de estereótipos. Por exemplo, a geração Y pode achar que os baby boomers não entendem nada de tecnologia, além de terem ideias ultrapassadas. Porém, os baby boomers podem argumentar que a geração Y não tem maturidade para lidar com compromissos.
 
Diante disso, para lidar com a diversidade de gerações nas organizações, o primeiro passo é eliminar os estereótipos e estabelecer uma comunicação mais humana, empática e solidária, para estimular a convivência sadia.

2 - Esclareça quais são as expectativas de trabalho

Cada geração tem uma perspectiva diferente em relação ao sucesso. Apesar de ser algo comum, essas divergências podem gerar conflitos em relação ao trabalho e interferir na produtividade. Sendo assim, é importante que todos estejam alinhados com os objetivos da empresa - e cabe ao líder ser transparente com os colaboradores.
 

3 - Crie oportunidades para uma boa convivência

Os líderes podem estimular a boa convivência através de oportunidades de relacionamento, como treinamentos coletivos, workshops, ou mesmo mudar o layout da empresa para aproximar os colaboradores. Outra forma interessante é propor happy hours com os membros da organização, para que eles possam se conhecer fora do ambiente de trabalho - eventos esses que hoje, podem ser conduzidos de maneira online e interativa. 

4 - Fique atento às mudanças de processos

No momento de implantação de novos projetos, os líderes devem evitar declarações gerais e comparação de desempenhos.
 
Isso evita que a diversidade de gerações nas organizações seja um argumento para pessoas diferentes se vangloriar ou se sentirem inferiores. Explique as informações para todos, desde o início do processo.
 

5 - Comunique-se de acordo com cada perfil

Os líderes devem saber como se comunicar com cada perfil. Reconhecer as diferenças e ter empatia no momento da comunicação é uma maneira de criar um ambiente de trabalho agradável. Além disso, é possível engajar as novas gerações, valorizando e estimulando o trabalho em conjunto.
 
Dessa maneira, os líderes conseguem respeitar a diversidade de gerações nas organizações e, além disso, ter um ambiente de confiança, com resolução dos conflitos e aberto para a inclusão.

Tags:

Tecnologia