Cultura organizacional: como fortalecer a liderança feminina

08/03/2021

Apesar das inúmeras dificuldades impostas pelo mercado de trabalho, as mulheres já têm resultados importantes a serem comemorados. A busca pela igualdade de gênero deve ser uma das metas da cultura organizacional das empresas e, por isso, é preciso que as equipes estejam antenadas neste contexto.
 
Valorizar a liderança feminina e fortalecer o engajamento da participação de mais mulheres nas decisões das empresas é o principal caminho para diminuir a imensa lacuna que ainda há entre homens e mulheres à frente de companhias no mercado de trabalho.
 
De acordo com estudo da Bain & Company, realizado em parceria com o Linkedin, apenas 3% das mulheres no Brasil ocupam cargos de liderança nas empresas do país. Neste artigo, você verá como o fortalecimento da cultura organizacional de cada empresa pode ajudar no desenvolvimento de lideranças femininas para o futuro.
 
Desafios enfrentados pelas mulheres no mercado de trabalho
Como dito anteriormente, inúmeros são os desafios que as mulheres enfrentam para crescer dentro das organizações.
Segundo uma pesquisa realizada pelo Instituto Ipsos, 3 em cada 10 pessoas dizem que sentiram incômodo em serem chefiadas por uma mulher.
 
Neste cenário, a resistência interna por parte de alguns colaboradores desestimula o próprio crescimento das mulheres a ponto de se tornarem líderes. A falta de perspectiva por parte dos superiores, que também não ajudam na evolução feminina dentro das organizações, contribui para este quadro.
 
Neste sentido, a diversidade se torna ainda mais importante para que pontos diferentes sejam considerados. Vanessa Rauti, Executiva de Contas da SAP Concur, ressalta: "Um ambiente onde a equidade seja de fato praticada, onde homens e mulheres sejam avaliados por suas habilidades para a função, porém considerando um ponto de vista onde cada um poderá contribuir de formas diferentes".
 
Além disso, o fato de as mulheres enfrentarem grandes dificuldades para comprovar sua qualificação e capacidade impede a evolução da trajetória profissional e a maior participação feminina na liderança das empresas.
Bianca Carlotti, Executiva de Vendas da SAP Concur, conta alguns dos problemas que já enfrentou na carreira: “Além do inevitável assédio, sempre tive que me destacar o dobro para poder ser considerada igual a um homem.”
Ela ainda acrescenta que um obstáculo constante que precisa lidar é no contato com os clientes. “Acredito que a principal barreira é a credibilidade com o cliente”, explicou.
 
Fechando o ciclo, podemos apontar a desigualdade salarial como um problema na sociedade. Segundo estudo do IBGE, as trabalhadoras ganham, em média, 20,5% menos do que os homens no país.
Tamiris Rodrigues, Customer Engagement Executive da SAP Concur, concorda que este é um ponto crítico: “Entre os principais desafios que ainda enxergo para as mulheres no mercado de trabalho, estão a igualdade e o machismo.”
 
Cultura organizacional como facilitadora da liderança feminina
Apesar deste cenário, as empresas que contam com uma cultura organizacional forte e diversa têm mais chances de oferecer condições para que as mulheres possam contribuir com suas qualidades para o bom desempenho do trabalho.
 
Afinal, em geral, é possível destacar que as mulheres são mais solucionadoras de problemas e inspiram mais confiança. Estas qualidades precisam ser valorizadas pela empresa no momento da escolha dos líderes.
Além disso, as mulheres prezam pela harmonia no ambiente de trabalho e sempre colocam a equipe em primeiro lugar, facilitando o relacionamento interno entre os membros dos times.
 
Tamiris descreve como suas atitudes também auxiliaram para superar as barreiras e atingir seus objetivos profissionais. “Sempre me dediquei para me destacar dentro das atividades que executava e me permiti me desafiar, pensar e agir “fora da caixa”, independentemente do meu job description. Esse comportamento sempre me trouxe bons resultados e relacionamentos, o que me permitiu crescer e mudar o rumo da minha carreira”, comentou a customer engagement executive.
 
Bianca também relatou como lidou com os desafios e o que fez para superá-los: “Autoestima, liderança e total confiança nas minhas palavras e ações.”
 
Vanessa complementa: "Vejo que já consquistamos um grande espaço em diversas profissões e isso é fruto da resiliência, capacidade e liberdade que provamos ter, por isso minha mensagem é para que não desistam, ainda temos muito a conquistar e estamos juntas nessa batalha onde todos temos a ganhar". 
 
Estratégias para incentivar a liderança femininas nas empresas
Agora que já vimos a importância de contar com mulheres à frente das companhias, é necessário apontar caminhos para que as organizações consigam identificar e promover lideranças femininas.
Veja abaixo algumas medidas que podem ser adotadas pelas chefias:
 

1. Promover a diversidade nas empresas

É preciso criar uma cultura organizacional que seja amigável às mulheres com espaço de fala e opinião.
Para algumas mulheres, inclusive, este é o principal ponto. “O ambiente favorável para incentivar lideranças femininas é aquele com mulheres e homens no mesmo patamar”. 

2. Incluir políticas efetivas de equidade de gênero

Já na seleção para a vaga, é necessário evitar o preconceito de gênero. Para isso, recomenda-se um anúncio em tom neutro e inclusivo.

3. Desenvolver um plano de carreira estratégico

Diminuir a rotatividade das funcionárias e cultivar o talento feminino dentro das organizações pode ser o primeiro passo para algumas empresas.
Tamiris Rodrigues destaca a importância desse planejamento e outros aspectos. “Para fortalecer as lideranças femininas, é preciso flexibilidade de jornada de trabalho, plano de carreira horizontal ou vertical e incentivo à diversidade”, completou.

4. Criar espaços seguros e igualdade salarial

Combater todos os tipos de assédio e garantir que as mulheres terão condições de igualdade salarial são pontos fundamentais para que a cultura organizacional contribua para a liderança feminina.

5. Oferecer mentoria e treinamento

A partir dos exemplos já existentes, as mulheres podem se ver na liderança de grandes empresas. Por isso, é importante disponibilizar treinamentos e qualificações de mulheres inspiradoras que já estão à frente de outras equipes para inspirar as mais jovens.
Por fim, Bianca deixou um recado para as mulheres que estão buscando crescer em seus trabalhos: “Destaque-se. Seja nota 10, o mundo esta cheio de gente nota 7.”

 

Conte com a SAP Concur
A SAP Concur apoia a cultura da diversidade e oferece iniciativas consistentes com forte engajamento interno. Esta posição demonstra maturidade em todos os processos associados a uma governança para a diversidade.
 
Sobre a SAP Concur
A SAP Concur disponibiliza o SAP Concur Expense, um sistema de gestão das despesas corporativas iniciadas pelos colaboradores. Esta solução permite a padronização dos processos financeiros da empresa obtendo, assim, eficiência por diminuir o tempo que as equipes gastam em atividades manuais, repetitivas e trabalhosas, como o envio de notas fiscais e solicitações de reembolso.
 
A plataforma é intuitiva, funcional, responsiva e propicia uma melhor gestão operacional, automatização de todos os fluxos, melhor adequação por parte dos colaboradores e uma efetiva redução de custos nas empresas.