Qual a importância do compliance e como montar sua equipe

17/01/2022

Não é um grande segredo dizer que as empresas estão cada vez mais focadas nas práticas de ESG (Environmental, Social and corporate Governance ou Governança Social, Ambiental e Corporativa, na tradução) e, por essa razão, muitos negócios têm investido na contratação de uma equipe de compliance.
 
Por sua vez, o compliance pode ser definido como um conjunto de iniciativas que garantem o cumprimento de obrigações legais da empresa, assim como as diretrizes éticas e políticas internas. O compliance nas empresas cumpre um papel crucial na sustentabilidade dos negócios, isso porque garante benefícios como:
  • Transparência na operação;
  • Integridade nas transações comerciais;
  • Facilidade na identificação de fraudes ou vulnerabilidades;
  • Redução de riscos de problemas jurídicos, fiscais e financeiros;
  • Aumento da segurança e proteção de dados.
Embora seja um processo fundamental, muitas instituições ainda possuem dificuldades em implementá-lo. Para se ter uma ideia, segundo uma pesquisa da KPMG, apenas 60% das empresas respondentes têm regulações estabelecidas e monitoradas.
 
Quando falamos a respeito da equipe de compliance, as organizações se mostram um pouco mais preparadas, porém, ainda deficientes. Esse mesmo relatório nos revela que 5% das empresas não possuem pessoas dedicadas, enquanto 9% não dispõem de recursos adequados.
 
Diante disso, organizações que desejam atingir um bom nível de governança precisam eliminar essas pendências e montar uma equipe de compliance robusta e preparada. Para te ajudar, separamos algumas dicas a seguir.
 

Como montar uma equipe de compliance?

Para montar uma equipe de compliance eficiente, algumas iniciativas são importantes, como:

Analisar riscos e definir uma política de compliance

O primeiro passo é compreender quais são as principais vulnerabilidades a que sua empresa está exposta. Esses riscos são variados em cada tipo de negócio, isso porque determinadas organizações estão mais ou menos propensas a cometerem alguns erros.
 
Ao entender esses riscos, é preciso definir uma política interna, com diretrizes éticas e legais que a empresa seguirá. Nesse cenário, é fundamental já estimar iniciativas paliativas caso alguma regra seja quebrada, de modo a mitigar impactos.

Melhore a comunicação interna

Com uma política de compliance em mãos, é momento de investir em medidas para melhorar a comunicação interna.
Embora a equipe de compliance seja responsável pela implementação e monitoramento das iniciativas de conformidade, todos da empresa devem estar cientes acerca das regras internas e precisam prezar pela transparência e integridade nas operações.
 
Para tal, a comunicação interna cumpre um papel fundamental e facilita o compartilhamento de informações, alinhamento de diferentes departamentos, clareza nos fluxos da organização e rápido esclarecimento de dúvidas.

Estruture os cargos

Em seguida, é preciso definir como a sua equipe de compliance será estruturada. Geralmente, as empresas elegem um CCO (Chief Compliance Officer ou Diretor de Compliance), porém, muitas vezes, os CIO e CFO estão envolvidos nessas estratégias.
 
Além disso, dependendo do porte e tipo do negócio, pode ser necessário assistentes e analistas, assim como outros gestores, como gerentes e coordenadores.
 
Nesse momento, é válido também alinhar quais serão as habilidades necessárias do seu time de compliance. De modo geral, esses colaboradores já precisam possuir algumas soft skills (habilidades socioemocionais), como: capacidade analítica, integridade, pensamento crítico, bom relacionamento e proatividade.

Invista em treinamentos

A área de compliance é um organismo vivo. Isso significa que ela precisa se adaptar constantemente às mudanças do mercado, legislações e, até mesmo, posicionamentos da própria empresa.
 
Por essa razão, a organização deve valorizar as iniciativas de capacitação, investindo em treinamentos para maximizar a performance da equipe e melhorar continuamente a operação.

Conte com a tecnologia

Além de uma equipe de compliance preparada e processos alinhados, é fundamental dispor de tecnologias inovadoras, que permitam não somente um gerenciamento transparente da operação, mas também o monitoramento dos resultados.
 
Com as ferramentas certas, qualquer iniciativa que não esteja em conformidade com as políticas da empresa e diretrizes legais são facilmente identificadas e dizimadas, minimizando quaisquer riscos para a sustentação dos seus negócios.
 

Conte com a ajuda do SAP Concur Expense

O SAP Concur Expense pode ajudar a sua equipe de compliance a atingir melhores resultados em governança e conformidade.
 
Consistindo em um sistema de gestão de despesas, o SAP Concur Expense permite o gerenciamento de todos os gastos e reembolsos do time de maneira simples, intuitiva e ágil. A plataforma simplifica o envio de comprovantes de despesas, elaboração de relatórios e auditoria de todas as solicitações de reembolsos, minimizando riscos de fraudes e erros.
 
Com isso, as organizações conseguem atingir altos níveis de governança e conformidade, garantindo saúde financeira e sustentabilidade. Quer saber mais? Acesse agora mesmo e solicite uma demonstração gratuita da ferramenta.