Jornada da Economia - Não desista de 2021: há oportunidades para a sua empresa

15/03/2021, por Luís Artur Nogueira, Economista, Jornalista e Palestrante. 

Um ano após o início da pandemia no Brasil, o cenário econômico continua desafiador. A pandemia ainda não está sob controle, a vacinação transcorre lentamente e os governadores adotam “lockdowns” que dificultam diversos setores. Para piorar, as contas públicas estão arrebentadas, o que inviabiliza qualquer tentativa de repetir agora o mesmo tamanho do auxílio emergencial oferecido no ano passado.

Embora esses obstáculos possam parecer desalentadores, identificá-los é o primeiro passo para superá-los. O mapeamento desses desafios e a proposição de novos caminhos são dois dos objetivos da nossa Jornada da Economia – uma parceria entre mim e a SAP Concur –, que está oficialmente começando. Na quinta-feira passada (11/3), apresentamos os detalhes desta parceria num Pocket Show, que teve as participações da apresentadora Valéria Almeida, do consultor de negócios da SAP Concur, Wagner André, e do diretor de Marketing da SAP Concur, Rodrigo Murad. É possível assistir ao evento neste link.
 

A Jornada da Economia disponibilizará, a cada quinze dias, um novo conteúdo aos participantes na página de Notícias e Blogs, nas redes sociais da SAP Concur e no canal gratuito do Telegram. A ideia é proporcionar o acompanhamento da evolução do cenário econômico para que ninguém seja pego de surpresa e possa tomar as melhores decisões corporativas.
 

No Pocket Show, tracei o meu cenário econômico, que prevê uma rápida recuperação para o mundo (crescimento médio de 5% em 2021, no formato em V) e uma retomada um pouco mais lenta para o Brasil (de 3% a 3,5% em 2021, no formato símbolo da Nike). Listei algumas premissas sem as quais o crescimento brasileiro não se concretizará (ampla vacinação, ajuste fiscal, reformas estruturais e estabilidade institucional) e expliquei o fenômeno da desigualdade simbolizado pela letra K.

Não vou, neste artigo, repetir os pontos detalhados no Pocket Show. Quero, sim, ressaltar que a atual crise, assim como qualquer outra, traz oportunidades para as empresas que estiverem dispostas a garimpá-las. Uma delas tem a ver com a transformação digital, um tema que certamente terá camarote cativo na nossa Jornada da Economia. Com crise ou sem crise, investir em tecnologia é uma questão de sobrevivência empresarial. A boa notícia é que, na pandemia, o custo diminuiu e o acesso ficou mais amplo para as empresas de todos os portes. Imagine, então, utilizar a tecnologia para otimizar a gestão dos gastos da sua empresa...

Outra oportunidade está na curva de aprendizagem digital dos clientes. A pandemia obrigou a todos, inclusive os mais idosos, a absorver as novas tecnologias. Certamente, o consumidor brasileiro aprendeu ao longo de um ano muito mais do que aprenderia em uma década inteira sem pandemia. Cabe às nossas empresas aproveitar esse conhecimento disponível para ampliar o nosso público-alvo potencial.

Esse é apenas o primeiro artigo da nossa Jornada da Economia. Venha conosco e fique atualizado sobre as constantes mudanças nos cenários – aliás, muito frequentes no nosso País. Quem faz negócios no Brasil sabe que, por aqui, jamais morreremos de tédio. Isso pode ser bom ou ruim, dependendo de como nós nos reposicionamos diante das alterações.

A Jornada da Economia tem a ambição de ser uma bússola para os seus negócios. E, neste momento, essa bússola aponta para um caminho de recuperação. Isso pode mudar a qualquer momento? Sim, principalmente em relação aos fatores ligados à pandemia, que nós não controlamos. Porém, gostaria que ninguém desistisse de 2021. Por mais desafiador que o ano seja, acredite, há oportunidades para a sua empresa.